Abril 01 2011

 

 

São Francisco de Sales  não queria que se desesperasse nunca da conversão dos pecadores até o último suspiro.

 

E não admitia que se julgasse mal mesmo dos que tinham uma vida irregular.

 

Entendia que se deve presumir sempre bem da pessoa que expira. "Entre o último suspiro e a eternidade, há um abismo de misericórdia.

 

Passam-se entre Deus e a alma certos mistérios de amor que nós só conhecemos no céu. O que precisa este agonizante para obter o perdão?

 

Uma luz que lhe mostre a misericórdia divina. Essa luz é Jesus apresentando-se àquela alma e dizendo-lhe com um olhar de infinita ternura: "Não é a Mim que queres?".

 

E a alma dizendo: "É a Vós, Senhor!"

 

E a misericórdia triunfa! Esperança, pois esperai sempre; dirigi vossas preces constantes pelos mortos.

 

Ninguém pode calcular até que ponto essas preces podem ser atendidas.

 

Quem poderá narrar as misericórdias de Deus por seus filhos?

publicado por emtudosomenteavontadededeus às 18:26
|  O que é? | favorito

mais sobre mim
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29


posts recentes

NOSSA CONFIANÇA EM DEUS

links
pesquisar
 
contador de visitas
estatisticas gratis
blogs SAPO