Abril 11 2014

As Horas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo

 

Serva de Deus Luisa Piccarreta

 

"Todos os remédios que a humanidade necessita se encontram em Minha vida e em Minha paixão"

 

Apresentação das Horas

 

O que são as Horas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo?

 

Na idade de 17 anos, Luisa fez uma novena de preparação para o Natal com nove horas de meditação, e depois de tê-la terminado, Nosso Senhor a convidou para meditar de maneira contínua as últimas 24 horas que sofreu durante o transcurso de sua Paixão, começando desde o momento em que se despediu de sua Mãe (antes de instituir a Eucaristia), até terminar no instante em que foi sepultado.

 

Em cada hora de sua Paixão, Nosso Senhor mesmo, nos convida para fazer-lhe companhia e dar-lhe consolo com nosso amor, pois pouco a pouco conforme vamos penetrando cada cena, cada palavra, cada verdade, cada sofrimento, iremos compreendendo quão grande foi o amor de Nosso Deus e por tanto, nos será imposível não amá-lo como merece ser amado.

 

Aprenderemos a descobrir e a conhecer não só a Paixão externa que viveu Jesus, mas também todos aqueles sofrimentos, íntimos e ocultos aos olhos de todas as criaturas: Sua Paixão interna.

 

Por tanto, meditar uma hora da Paixão significa unir-nos a Jesus, para fazer o mesmo que Ele fazia durante cada uma das cenas de sua Paixão, como por exemplo: as orações e reparações que Ele fazia ao seu Pai em seu interior, quando era flagelado, coroado de espinhos, crucificado, etc… e para isso nos servimos deste livro: "As Horas da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo".

 

De maneira que, cada vez que lemos, meditemos, penetremos ou aprofundemos cada hora de sua Paixão, tratemos de fazer nossas suas mesmas orações, suas mesmas intenções, suas mesmas reparações, para poder junto con Ele, elevá-las ao Pai pela salvação e o bem de toda a humanidade.

 

Depois de viver de maneira contínua estas Horas da Paixão por mais de trinta anos, Santo Anibal Maria de Francia, havendo sido nomeado pela autoridade competente o Censor Eclesiástico para os escritos da Serva de Deus Luisa Piccarreta, lhe impôs em virtude da Santa Obediência por por escrito estas meditações, dando por resultado este Livro do Céu. Vendo a riqueza de seu conteúdo e vislumbrando todo o bem que faria Santo Anibal mesmo se encarregou de publicá-lo em quatro edições (1915, 1916, 1917 e 1924).

 

Depois de que Luisa terminou de escrever o manuscrito original,  o enviou a Santo Anibal junto com uma carta. Nela lhe fala da complacência que Jesus sente quando se meditam estas Horas, pois, o disse ela mesma: é "como se Jesus escutasse sua mesma voz e as mesmas orações que Ele fez diante de seu Pai durante o transcurso das últimas 24 horas de sua dolorosa Paixão".

 

Assim mesmo, junto com o manuscrito e a dita carta, Luisa lhe enviou algumas folhas em  que incluiu os efeitos e promessas que Jesus faz para aqueles que meditem estas Horas de sua Paixão.

 

As meditações se podem fazer como cada pessoa queira, uma ou várias ao dia, uma por semana, etc. Não é necessário realizá-las nas mesmas horas  da meditação, mas quando  puder, por exemplo “das 5 as 6 da tarde”, se pode fazer na manhã, na madrugada, etc.

 

A quem faz as Horas da Paixão, Jesus lhe outorga seus mesmos méritos como se Ele mesmo estivesse sofrendo sua paixão.

 

"Minha filha, estas Horas não as verei como coisas vossas, mas como coisas feitas por mim, e lhes darei meus mesmos méritos, como se Eu estivesse sofrendo no ato de minha paixão, e assim lhes farei obter os mesmos efeitos, segundo a disposição das almas; isto na terra, e pelo qual, maior bem não poderia dar-lhes; depois, no céu, a estas almas as porei frente a mim, flechando-as com flechas de amor e de felicidade, por quantas vezes tenham feito as Horas de minha paixão, e eles também me flecharão. Que doce encanto será isto para todos os bem aventurados!"

 

Se quem medita As Horas da Paixão o faz junto com Jesus e com a mesma Vontade, Jesus dará uma alma por cada palavra que se repita, pois toda a maior ou menor eficácia destas Horas da Paixão está na maior ou menor união que tenhamos com Jesus.

 

« Se as fazem junto comigo e com minha mesma Vontade, por cada palavra que repitam lhes darei uma alma, porque toda a maior ou menor eficácia destas Horas de minha Paixão está na maior ou menor união que tenham comigo.

 

E fazendo-as com minha Vontade, a criatura se esconde em minha Vontade, e fazendo minha Vontade posso fazer todos os bens que quero, mesmo por meio de uma só palavra. E isto, cada vez que as façam. »

 

publicado por emtudosomenteavontadededeus às 01:38
|  O que é? | favorito

mais sobre mim
Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


links
pesquisar
 
contador de visitas
estatisticas gratis
subscrever feeds
blogs SAPO